EUA utilizam o “martelo econômico” como forma menos dispendiosa de guerra contra o Irã e… seu Eixo

Elijah J. Magnier

Trad. Alan Dantas
A administração americana mudou sua estratégia em relação ao Oriente Médio, mas sem abandonar seus objetivos e hegemonia. O confronto militar direto com a Síria e o Líbano não é mais viável, porque o custo humano e material para os EUA é grande demais. Consequentemente, não há mais necessidade de presença e intervenção militar significativa em vários países do Oriente Médio. Portanto, a próxima guerra se tornou uma guerra de sanções e uma guerra de sedição. Parece que este tipo de guerra por fome é mais bem sucedida do que qualquer guerra anterior dos EUA e de Israel (que fracassou), principalmente no Líbano, Síria, Iraque e Afeganistão.

Subscribe to get access

Read more of this content when you subscribe today.

Advertisements
Advertisements
Advertisements

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.