O “poder brando” dos EUA ataca mídia do Irã e de seus aliados

Elijah J. Magnier

Trad. Alan Dantas
O Departamento de Justiça dos EUA atingiu o Irã com censura eletrônica usando seu poder brando quando 36 sites pertencentes a vários meios de comunicação, TV, publicações e veículos tiveram seus conteúdos suspensos. Estes sites pertencem principalmente ao Irã e seus aliados no Iraque, mas também no Bahrein e no Iêmen. A mudança coincide com a navegação de dois navios da Marinha Iraniana carregando armas em direção ao quintal dos EUA, a Venezuela, provocando alarmismo e irritação em Washington. Além disso, os Houthis do Ansarallah afirmam ter abatido dois drones “SCAN EAGLE” de fabricação norte-americana (US$ 3,2 milhões cada um) no Iêmen. Consequentemente, a decisão dos EUA reflete um conflito crescente entre Washington e Teerã e a hostilidade arraigada entre eles no Oriente Médio e além.

O conceito de “soft power” depende da influência cultural, moral, social, econômica e de mídia, embora sua eficácia seja modesta em termos gerais. Procura influenciar a realidade interior das pessoas. É uma forma de força que tenta alcançar alguns objetivos ou transmitir mensagens diplomáticas ou diretas numa tentativa de mudar uma realidade óbvia ou sem o uso do “hard power” militar.

Subscribe to get access

Read more of this content when you subscribe today.

Advertisements

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.