A conta iraniana está muito cara para que Israel consiga pagar

Trad. Alan Dantas
Durante décadas, Israel teve a primeira e última palavra no Oriente Médio. Após a derrota dos exércitos árabes em 1967, os líderes israelenses acreditaram por muitos anos que uma pequena força militar israelense poderia ocupar qualquer país árabe e que Israel poderia atacar qualquer alvo no Oriente Médio sem ser responsabilizado ou dissuadido. Israel manteve sua superioridade aérea e desfrutou de inteligência e apoio militar ilimitados dos EUA e do Ocidente. Juntos não imaginavam que a Resistência no Oriente Médio, habituada a receber golpes e a estar sob ataque contínuo, estava de fato aprendendo a arte da guerra. Lições de guerras anteriores e experiências compartilhadas têm sido desenvolvidas para alcançar um equilíbrio de dissuasão entre os beligerantes. Por isso, Israel está agora  fracassando regularmente em manter a superioridade em cada batalha.

Subscribe to get access

Read more of this content when you subscribe today.

Advertisements
Advertisements
Advertisements

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.